17.9.11

OriPape work in progress

A oficina OriPape : Práticas de Releitura em busca de Lygia, assim como todas as outras oficinas de releituras de obras de arte contemporânea que temos experimentado por aí, tem o objetivo de associar a aprendizagem de técnicas de dobraduras a algumas possibilidades para a sua aplicação nas artes visuais, através da experimentação com releituras de obras de alguns autores contemporâneos.
Projetamos imagens de dezenas de obras de Lygia Pape, Cildo Meireles, Waltercio Caldas, Amilcar de Castro, Geraldo de Barros, Hélio Oiticica, Lygia Clark, Lucia Koch, José Patrício, em suas obras / fases mais geométricas, e conversamos sobre suas semelhanças e diferenças com o origami. Em seguida, nos ativemos à obra de Lygia Pape e fomos descobrindo dia após dia formas de representá-la com dobraduras.
Para as composições das instalações, móbiles e livros de artista, usamos os famosos módulos Froebel e Sonobe, além de caixas de Tomoko Fuse.  Tudo realizado de forma colaborativa, todos se ajudando para alcançarmos os efeitos planejados.
Para a montagem, contamos com o apoio de Jerry, mas também colocamos as mãos na massa.



Foto: Jamary Alves

Um comentário:

ADri Mendonça disse...

Ficou lindo, Papi! Vi o site dela também. Show! :***